domingo, 19 de outubro de 2008

GAIOLAS ARTESANAIS

O artesanato entrou na minha vida muito cedo por intermédio da minha família e também por uma professora do primário, “D Maria Loque”, que nos incentivava e dava aulas maravilhosas de Trabalhos Manuais, que era como se chamava a disciplina na época, no hoje, quase Centenário Grupo Escolar Cônego Joaquim Monteiro, na aconchegante e acolhedora cidade de Matias Barbosa, em Minas Gerais.
Como minha formação é: Eletrotécnia, Ciências Contábeis e Administração de Empresas, o artesanato sempre foi a minha segunda válvula de escape, pois a primeira é a fotografia; nesses dois é que equilibro meu lado emocional e minha vida.
Gosto de qualquer tipo de artesanato, mas me dedico aos que exigem mais atenção e dificuldade. Gaiolas, Marchetaria, Gravação mecânica em vidro, Mosaico e pintura com areia.
Quanto as gaiolas, a atração começou assim:
Um dia passeando em Juiz de Fora, MG, entrei com minha sobrinha, num depósito de materiais de construção e deparei com uma gaiola muito bonita.
O dono da loja veio e Falou:
- Gostou da gaiola não é?
- Pois não vendo, não dou e não empresto.
- A maioria das pessoas que vem nesta loja adora esta gaiola.
Mas não está a venda e, você não se acha gaiola assim em lugar nenhum...
Perguntei se podia fotografá-la, e ele permitiu.

Um dia vendo a foto senti vontade de fazer uma gaiola e parti para o desafio.
Peguei umas madeiras que tinha em casa e pus mãos à obra.
Depois de apanhar feito um louco, consegui fazer a primeira gaiola.
A madeira usada foi ipê. Dura, difícil de trabalhar, se pregar racha e por aí a fora.
Foi um excelente quebra-cabeças, pois como não aceitava pregos resolvi faze-la com cavilhas finas de bambu, encaixadas por pressão.
As primeiras varetas de bambu foram feitas no canivete e lixadas, levei uns 3 meses fazendo a gaiola, mas o resultado valeu a pena.

<



Primeira Gaiola
Pendurei a gaiola nos fundos da minha casa e todos que chegavam gostavam e queriam saber onde comprei. Contava a história e todos gostavam e admiravam.
Gostei da idéia e comecei a me interessar por gaiolas, pesquisei e achei muito pouco a respeito.
Senti vontade de fazer gaiolas de formas diferentes e assim comecei.
Primeira coisa foi mudar a madeira de ipê, para uma mais macia e fácil de trabalhar, optei então por pinho e cedro que tinha alguns pedaços em casa.
Para fazer as varetas bolei uma ferramenta, tirando a esfera de uma graxeta (usada para lubrificação de caminhões) e achatando o bico. Isso proporciona uma lamina redonda e cortante que molda o bambú fazendo ficar redondo e igual.
Como o encaixe com cavilhas de bambu funcionou bem, virou padrão.
Daí para frente foi só dar asas a imaginação e fiz aproximadamente umas 30 gaiolas, todas diferentes.








Como nunca vendi nenhuma, tornou-se objeto de desejo e assim passou a ser presente de aniversário, primeiro dos filhos (5) de pois de alguns amigos.
O mais interessante é que cada gaiola tem um destino e uma história.
A que acho mais interessante e da minha filha mais velha (adotiva) que é de origem cigana e colocou a gaiola para ornamentar um hall da casa e dentro da gaiola colocou um barco (de brinquedo).




Gaiola no hall da casa da minha filha
Detalhe do barco dentro da gaiola

Minha filha Lara já optou por colocá-las na frente da casa mas adaptadas como lustres.




E assim cada gaiola vai tendo o seu dono que feliz usa da forma que mais lhe agrada.






Abraços
José Jaime

21 comentários:

Talma disse...

Hummmm...será que um dia terei a honra de ter uma assim??
eheheh...indireta dada!

José Jaime disse...

A indireta foi entendida. Só quero saber se você quer uma gaiola para o Norte ou para o Sul?
Abraços
jose jaime

Andréa & Ana disse...

POxa... o senhor bem que poderia vender... trabalho com decoração em itajaí sc, e amei seu trabalho!

Anônimo disse...

Sr. José Jaime, navegando pela net me deparei com seu trabalho e fiquei adimirando, mas que beleza!
Gostaria muito de ter uma em casa...

Rochelle disse...

Como faço para ter uma destas gaiolas... tô sonhando de tão lindas que são.
Maravilhoso seu trabalho

Anônimo disse...

Ola, gostaria muito de saber como faço para adiquirir uma gaiola dessas, sao muito lindas, estou encantada, tenho a ideia de fazer um trabalho com pedrarias na gaiola com estilo classico. O Senhor esta de Parabens... Aguardo resposta... maisa.fantin@hotmail.com

Patrícia disse...

Olá José Jaime! Sou apaionada por gaiolas,acho q ficam lindas em decorações,mas n gosto de ver os pássaros presos nelas.Passeando aqui na net ,encontrei o seu trabalho... q grande artista vc é!Acho q deveria repensar e colocar a venda suas criações.Parabéns e muito sucesso!
Um abraço

Felipe disse...

Seu José, gostaria de uma informação. Como faço para curvar as varetas da gaiola, par que eu possa fazer o arco da gaiola. Grato.
Um abraço.

Felipe

Flavio disse...

Como podemos saber o preço das gaiolas e qual a melhor maneira de adiquirilas? Adoraria ter uma dessas na minha sala.
Gostaria de um contato.Sou de Santos SP.
E-mail para contato: artcodelic@hotmail.com

Obrigado.

Flavio disse...

Gostaria de saber como faço poara adiquirir uma gaiola dessas.

E-mail para contato, artcodelic@hotmail.com

Obrigado.

Anônimo disse...

José Jaime,
Que belo trabalho o senhor faz. Fiquei encantada!
Estou louca atrás de uma gaiola dessas para decorar a festa do meu 2º casamento, que será ao ar livre em junho deste ano.
O senhor as faz para vender? Tomara que sim!
O meu e-mail é: trsp.fono@gmail.com
Aguardo com ansiedade uma resposta positiva.
Abçs,
Tânia

Anônimo disse...

Boa tarde,
Sr. Jaime, por que o não faz uma apostila ensinando como fazer gaiolas artesanais? Eu seria o primeiro de muitos a comprar...abraços e parabéns pelo trabalho.

jeovane

mnajjar disse...

Olá, Jaime.
Faço uma pesquisa sobre gaiolas artesanais e gostaria entrar em contato para mais informações sobre o trabalho.
Muito obrigada,

Marina Najjar
marinajjar@gmail.com

Henry Mascarós disse...

Fiquei apaixonado pelo seu trabalho, sou artista plastico e em achei esse blog por acaso, adorei.
Inevitavelmente vou ter que me inspirar no seu trabalho para produzir uma peça dessas, ficará muito linda aqui em casa... poderia me passar as dicas?
de qualquer modo parabens!!!!!
http://hmascaros.blogspot.com/
abraços

Anônimo disse...

Que trabalho bem bonito e caprichado.E o melhor não é exatamente para prender pássaros.Acho horrível ver eles presos.Para decoração e para por plantas estão lindas demais!

Anônimo disse...

Que trabalho bem bonito e caprichado.E o melhor não é exatamente para prender pássaros.Acho horrível ver eles presos.Para decoração e para por plantas estão lindas demais!

genesio.bortoloto disse...

isso só vem provar que nós em idade meia avançada podemos mostrar aos mais novos que ainda podemos fazer alguma coisa de util.Parabens seu JoséJaime pelo trabalho maravilhoso. Tambem faço gaiolas. genesio.bortoloto@hotmail.com

Games Mania disse...

O Srº está de parabéns!
achei muito interessante suas gaiolas...
me inspirei e agora vou tentar fazer pelo menos uma xD

Daniela disse...

Sr. José Jaime, parabéns é pouco! Adorei!
Estava justamente procurando uma para decorar minha casa nova, pois estou me casando este ano e começando a vida. Também me interesso muito por artesanato. Já fui até professora, mas ando infelizmente meio sem tempo. Só fazendo coisas pra casa. O meu passatempo preferido é a madeira, mas em móveis. É uma pena o senhor não vender. De muitas que vi na internet, as suas são de longe a mais lindas.
Abs,
Daniela/RJ

Anônimo disse...

Gostei. Parabens! Eu tambem sou mineiro e tambem faco gaiolas de bambu para decoracao. Se interessar lhe envio fotos. Reis

Reis disse...

Parabens! Eu tambem gosto dessa arte.